Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

O que Tolkien pensava sobre o casamento

Uma análise de uma carta escrita para seu filho Michael Artigo original intitulado: “O que o autor de ‘O Senhor dos Anéis’ pensava sobre o casamento” (Link da fonte ao final do texto)


Carta de J. R. R. Tolkien para o seu filho Michael revela visão profundamente cristã e realista do escritor a respeito do matrimônio. “A fidelidade no casamento cristão”, ele admite, “acarreta em grande mortificação”.
Além de escrever com excelência, J. R. R. Tolkien – o autor de "O Senhor dos Anéis", "O Hobbit" e "O Sillmarillion" – foi também um devotado católico e dedicado pai de família. É o que se percebe pela leitura de suas obras e, sobretudo, de suas biografias e cartas pessoais.
Uma delas, endereçada a seu filho Michael [1], é de grande preciosidade. Contém a visão nitidamente cristã de Tolkien em relação ao casamento e lança uma luz extraordinária na doutrina moral da Igreja sobre a sexualidade.
Companheiros em um naufrágio
A carta em questão foi escrit…

Últimas postagens

Ateu vira padre após ler diário espiritual da esposa que rezou a vida inteira por ele

4 razões práticas pelas quais muitos sacerdotes jovens voltaram a usar batinas

Pregadores

10 razões para algumas mulheres estarem voltando a usar véu na igreja

Comungar e depois se confessar?

Papa pede que os desejos dos pais sejam respeitados no caso Charlie Gard

Ideias de jerico no “Cerco de Jericó”

Os católicos adoram a Maria como “Deusa”?

5 heresias sobre a Santíssima Trindade que devem ser evitadas

Jesus é um plágio de outros deuses?