Jesus é um plágio de outros deuses?

 



O texto a seguir é do Kaio Costa presidente da Sociedade Racionalista,
Kaio é ateu portanto insuspeito, não tem interesse em defender o
cristianismo. Eu pedi permissão do Kaio para publicar o seu texto. Segue
o texto.




____






Hórus [1]:



Alegação:



“Nasceu no dia 25 de dezembro de uma mãe virgem, com uma estrela no
oriente, foi apresentado por 3 reis, professor aos 12 anos, batizado aos
30, possuía 12 discípulos”.



Refutação:



Hórus não nasceu de uma virgem – ele era filho de Osíris com Ísis. A
afirmação de que a mãe de Hórus, Isis, era uma virgem é facilmente
refutada com uma pesquisa rápida. A Enciclopédia Mythica mostra que seu
nascimento foi totalmente sexual. Depois que seu pai Osíris foi
assassinado por Seth, seu corpo foi cortado em pedaços, e Isis ficou com
a missão de recuperar seus pedaços. Ela, então, “fecundando-se com
corpo de Osíris, deu à luz Hórus nos pântanos de Khemnis no Delta do
Nilo.”



Hórus não nasceu dia 25 de dezembro. De acordo com a mitologia egípcia,
há três datas para o nascimento de Hórus, e a mais fundamentada é 15 de
novembro.



Não há nenhuma referência que Hórus tenha sido batizado, nem Hórus, nem
nenhum outro deus egípcio, e Hórus não teve um “ministério”. Ele “se
tornou rei” após a assembleia dos “deuses” decidir apoiá-lo contra Seth.



Hórus nunca ensinou nada a ninguém, nem muito menos aos seus 12 anos.
Ele permaneceu escondido durante toda sua infância. Somente quando se
tornou adulto ele se revelou e lutou contra Seth para vingar seu pai.
Hórus só tinha 4 discípulos, e não 12, e estes eram chamados de
“Heru-Shemsu”.



O nascimento de Hórus não foi anunciado por nenhuma estrela e não havia três reis magos presentes no nascimento.


Mithra [2]:



Alegação:



“Nasceu no dia 25 de dezembro, fazia milagres, possuía 12 discípulos, morreu e ressuscitou após 3 dias.”



Refutação:



Mithra nasceu do cruzamento do deus Ahura-Masda com uma pedra, e não de
uma virgem. Foi sincretizado pelos soldados romanos vindos do oriente
com o deus “Sol Invictus”, surgindo a religião chamada “Mistérios de
Mitra”.



Os mitras não deixaram textos, só imagens. Mithra não ressuscitou, mas
sim sacrificou uma espécie de “touro sagrado” dentro de uma caverna. As
histórias sobre Mithra contam que ele teve apenas um ou dois discípulos.
Todavia, há uma gravura em pedra que ilustra Mithra matando o touro com
12 espectadores assistindo.


Dionísio [3]:



Alegação:



“Nasceu no dia 25 de dezembro, fazia milagres, era rei dos reis, o Alpha e o Omega e ressuscitou”.



Refutação:



Esse, realmente, me fez pensar se a pessoa que criou essa imagem
realmente estava falando sério. Acho que ele procurou no Google pelo
nome “Dionísio”, pegou a primeira imagem que apareceu e colou. Ali não é
Dionísio deus grego, e sim Dionísio O Areopagita, um cristão discípulo
de Paulo.



Seu nascimento era celebrado em 6 de janeiro e não 25 de dezembro.



Dionísio, a divindade Greco-romana, que também era conhecido em Roma
como Baco, o deus do vinho, era representado por um jovem nu, o que
difere totalmente da foto postada, que é de um ancião de barba e vestido
até na cabeça.



Outro erro grotesco: Como Dionísio poderia ser reconhecido como “o rei
dos reis”? Onde fica Zeus nessa história? Ele estava abaixo de Zeus, de
Hera, de Apollo e etc. Nem de longe era “o rei dos reis”.



Como ele poderia ser o alpha e o ômega se ele foi criado por Zeus? Como é
que ele poderia ser o primeiro e o último se existiam vários na frente
dele, inclusive Zeus, que era o maior de todos?



Na mitologia greco-romana, os deuses são imortais. Como ele ressucitou,
se era imortal e nunca poderia morrer? Além do que nunca foi dito que
algum deus grego tenha se tornado humano propriamente alguma vez.


Attis[4]:



Alegação:



“Nasceu de uma mãe virgem, crucificado e ressuscitou ao terceiro dia.”



Refutação:



Pra inicio de conversa: Attis não era um homem, era uma mulher.



Segundo, não há notícia de que a mãe de Attis era virgem. A fecundação
da mãe dela se deu depois que o deus Agdistis, que tinha nascido com os
dois órgãos sexuais, cortou o órgão masculino jogou na terra e caiu em
uma amendoeira e, depois que os frutos dessa amendoeira ficaram maduros,
Nana, que era filha do deus-rio Sangarius, pegou uma amêndoa e deitou
no seu seio. Então ficou grávida de Attis. Logo ela nasceu de uma
reprodução sexuada.



Attis nunca foi crucificada. Ela era também uma deusa frígia da
vegetação, e em sua auto-mutilação, morte e ressurreição, ela representa
os frutos da terra, a qual morre no inverno para só reviver novamente
na primavera. Ou seja ela se mutilava, suicidava e ressurgia.


Krishna [5]:



Alegação:



“Nasceu de uma mãe virgem com uma estrela no oriente. Fazia milagres e ressuscitou.”



Refutação:



Essa divindade não nasceu de mãe virgem. A mãe de Krishna teve vários
outros filhos e filhas antes dele, portanto não era uma virgem. Krishna
era da família real de Mathura e o oitavo filho da princesa Devaki e do
marido Vasudeva, um nobre da corte.



Não há nenhum relato de tal estrela.



Krishna foi morto quando um caçador o atingiu no pé com uma flecha envenenada. Ele não ressuscitou.



Sobre os milagres, é óbvio que todos os deuses da imagem (e todos os
deuses do mundo), em suas histórias, faziam milagres. Qual seria o
objetivo de um deus se ele não fizesse milagres? Ser presidente de um
país?


Conclusão:



Jesus, o homem humano, se existiu ou não, não cabe a este post. A
intenção aqui não foi validar a existência ou não de Jesus, mas sim de
mostrar que essa imagem – e de onde ela foi tirada – é falsa.





Não divulgue erros.

Kaio Costa – Presidente da Sociedade Racionalista.






















Referências:



[1] Hórus:

http://www.pantheon.org/articles/h/horus.html

www.reshafim.org.il/ad/egypt/osiris.htm#horus

http://tektonics.org/copycat/osy.html

http://www.thenazareneway.com/index_egyptain_book_dead.htm

The Eye of Horus – THURSTON, Carol.



[2] Mithra:

http://www.newadvent.org/cathen/10402a.htm

www.pantheon.org/articles/m/mithra.html

http://www.tektonics.org/copycat/mithra.html



[3] Dionísio:

Representação do deus grego Dionísio:http://2.bp.blogspot.com/-xKYdR8GKLSc/T7G4DHx-XMI/AAAAAAAAAlo/bZ-WAWTjajI/s400/mg-deusdionivinhpraz.jpg

http://www.pantheon.org/articles/d/dionysus.html

http://www.greekmythology.com/Other_Gods/Dionysus/dionysus.html



[4] Attis:

http://www.britannica.com/EBchecked/topic/42255/Attis&usg=ALkJrhjKjMdHIHA-47Z-kk6TSns_aajh8g

http://www.tektonics.org/copycat/attis.html



[5] Krishna:

http://www.pantheon.org/articles/k/krishna.html

http://hinduism.about.com/od/lordkrishna/a/krishna.htm


___

P.S.: Originalmente publicado aqui ==> http://consciencia.blog.br/2013/12/kaio-costa-refutacao-a-imagem-que-faz-associacoes-falsas-entre-jesus-e-outras-divindades.html







fonte:

Diário de um Bobo da Corte

Comentários