Internet é parte da cultura e deve ser usada para evangelizar

Internet é parte da cultura e deve ser usada para evangelizar, afirmam bispos Ibéricos


.- As comissões episcopais de meios de comunicação da Espanha e Portugal culminaram um encontro em Málaga onde assinalaram que a Internet é parte da cultura atual e a Igreja deve utilizá-la para evangelizar.

Em declarações à agência EFE, o presidente da comissão do Episcopado espanhol, Dom Joan Piris, assinalou que as novas tecnologias são uma oportunidade para desempenhar o trabalho pastoral e que a Igreja “não pode ficar à margem”.

O também Bispo da Lleida disse que por isso os sacerdotes devem preparar-se adequadamente para cumprir com sua missão de “bons comunicadores”. "Trata-se de despertar interesse e ao mesmo tempo serem entendidos", explicou.

Com respeito às redes sociais, Dom Piris indicou que “se deve saber utilizá-las para não estar escravizados” à rede. Ele acrescentou que a presença dos bispos nestes novos cenários não deve permitir que descuidem a atenção pessoal dos fiéis.

Nesse sentido, advertiu que os espaços virtuais não podem substituir a comunicação pessoal direta nem à experiência de comunidade em sentido religioso, embora sim as complemente e ajude a determinadas pessoas a "superar as solidões".

Por sua parte, o presidente da Comissão Episcopal de Cultura, Bens Culturais e Comunicação Social de Portugal, Dom Manuel Clemente, afirma que a Igreja Católica deve “integrar-se e integrar” a cultura dos Media. D. Clemente considera que está em causa “uma cultura”, ou seja, “passar de uma concepção instrumental das novas tecnologias para uma concepção ambiental, é assim que nós convivemos”.


Comentários