“Se um futuro Papa ensinar algo contrário à Fé Católica..."


Os Rad-Trads vira e mexe aparecem com uma frase falsamente atribuída ao Papa Pio IX a um tal de bispo Brinzen, dizendo: “Se um futuro Papa ensinar algo contrário à Fé Católica, não o sigam.” - Pio IX, Carta ao Bispo Brizen, citado em “In His Name”, E. Christopher Reyes, 2010.


ESTA FRASE É FALSA!!!


Esta suposta frase de Pio IX está circulando na internet como se fosse autêntica. Mas não é o que parece. Provavelmente trata-se de uma citação espúria. As páginas tradicionalistas fazem referência ao livro de Christopher Reyes, In His Name (2010)

Este é um livro anticristão, que não pode ser usado como fonte fidedigna para nada. Vejamos o que diz: “Hoje, o Vaticano, em toda a sua glória, em toda a sua magnificência, em toda a todo o seu esplendor, se destaca como um tributo à grandeza esmagadora dos crimes da Igreja, em sua busca pela dominação do mundo. Sua história velado em chavões religiosos para apaziguar as massas ignorantes que muitas vezes sabem pouco ou nada sobre os crimes hediondos cometidos em nome de Jesus Cristo, seu Deus e Salvador.” Nenhum católico sério iria referenciar uma citação a partir de uma obra de acatólica, que justamente está atacando a Igreja em seu conteúdo.

O primeiro a levantar essa frase foi o Rev. Dominique Boulet da FSSPX, num escrito de 2004 contra o sedevacantismo.

Dominique Boulet ao lado dessa frase levantou outras, todas elas ele usou como fonte ou livro posto no Índice de livros proibidos por S. Pio X (Viollet teólogo, Infalibilidade Papal e a Syllabus, (1908).) ou outra, num livro anti-católico chamado: Vigários de Cristo, o Lado Negro do Papado, por . Peter De Rosa (p. 204).

A página do último assim expressa uma fraudulenta citação de Papa Adriano VI († 1523):
“If by the Roman church you mean its head or pontiff, it is beyond question that he can err even in matters touching the faith. He does this when he teaches heresy by his own judgement or decretal. In truth, many Roman Pontiffs were heretics. The last of them was Pope John XXII [1316-1334].”

É sério que os rad trads estão usando livros CONTRA O PAPADO, feitos por suspeitos de heresia, ateus e protestantes? Do ponto de vista moral, será lícito espalhar tal citação, tendo em vista os livros onde elas são retiradas?

E afinal, quem é esse tal Bispo Brizen? Um Bispo que chegou a receber uma carta do Papa Pio IX... Não teria vasta bibliografia sobre ele? Não teria, pelo menos, um site falando de sua pessoa? Todas essas informações nos levam a suspeitar da veracidade dessa citação. Sem falar que o conteúdo dela é totalmente errôneo.

O Papa nunca irá ensinar algo contra a fé. É certo que o Magistério puramente autêntico pode ter certas deficiências em um ou outro ponto [detalhes], mas é falso presumir disto que ele pode ser herético (contra a fé). Isso é contrário a segurança devida aos ensinamentos Magisteriais

Segue-se algumas citações

Cardeal Ratzinger

Sustentado pelas promessas de Cristo, ele [o Papa] nunca poderá pôr em oposição na Igreja o seu Magistério autêntico e a Santa Tradição.
Carta a Dom Marcel Lefebvre 28 de julho de 1987...

Michael Schmaus

“Não há, pois, perigo de que o poder papal se converta em perdição da Igreja, como acreditou Lutero. Tampouco causará jamais uma ruptura da tradição na Igreja, já que deve precisamente proteger, guardar, cuidar e transmitir a herança confiada por Cristo à Igreja, isto é, de sua inseparável união com Cristo crucificado e ressuscitado.”
 (Teologia Dogmática, IV. A Igreja, pág. 467, Madrid, 1960)

Santo Tomás de Aquino

"Ademais a Igreja universal não pode errar: porque aquele que em todas as coisas foi ouvido por sua reverência, disse a Pedro, sobre cuja confissão foi fundada a Igreja: Eu roguei por ti, para que tua fé não desfaleça. Mas a Igreja universal aprova as indulgências: logo as indulgências tem valor diante de Deus"
 (In Sent. IV, D. 20, Q. 1. A.3)


Comentários