Hoje a Igreja celebra Nossa Senhora Rainha, aquela que compartilha a vida e o amor de Cristo Rei








“É uma Rainha que dá tudo o que possui compartilhando, sobretudo, a vida
e o amor de Cristo”, disse São João Paulo II ao referir-se à Virgem
como Rainha do Universo. A Festa foi instituída pelo Papa Pio XII em
1954.



Na Encíclica “Ad Caeli Reginam” (número 15), que trata sobre a dignidade
e a realeza de Maria, lê-se que “Cristo, o novo Adão, deve-se chamar
rei não só porque é Filho de Deus mas também porque é nosso redentor,
assim, segundo certa analogia, pode-se afirmar também que a
bem-aventurada virgem Maria é rainha, não só porque é Mãe de Deus mas ainda porque, como nova Eva, foi associada ao novo Adão”.



Por sua parte, o Papa Bento XVI
enquanto celebrava esta Festa em 2012 disse que Maria “é rainha
amando-nos, ajudando-nos em todas as nossas necessidades, é a nossa
irmã, serva humilde ".



Eis aqui uma das tantas razões pelas quais o Papa Francisco tweeteou
neste mês pequenas orações de súplica à Mãe de Deus pela paz no mundo e
em especial pelos cristãos no Oriente Médio.



Como a de 14 de agosto que diz: “Maria, Rainha da Paz, ajudai-nos a
desenraizar o ódio e a viver em harmonia”. Ou a do dia seguinte, na qual
pede a “Maria, Rainha do Céu, ajudai-nos a transformar o mundo segundo o
projeto de Deus”.






fonte:

Hoje a Igreja celebra Nossa Senhora Rainha, aquela que compartilha a vida e o amor de Cristo Rei

Comentários