6 de janeiro - Epifania do Senhor

        
      

A Adoração dos Reis Magos


Levando o senhor em seu seio, Maria partiu, rapidamente para a casa da prima Isabel. Quando a criança, no ventre de Isabel ouviu a saudação de Maria, alegrou-se, igualmente, saltando de alegria, como se quisesse cantar para a Mãe de Deus:
Alegra-te... Mãe do Astro sem declínio
Alegra-te... Reflexo da luz de Deus
Alegra-te... Tu, em quem se apaga o fogo da mentira
Alegra-te... Senhora, em quem para nós se iluminou a Trindade do Amor
Alegra-te... Em quem o poder inumano se desfaz
Alegra-te... Tu que nos mostra o Cristo Senhor, Amigo dos homens
Alegra-te... Em quem os ídolos pagãos são derrubados
Alegra-te... Tu nos liberas das obras más
Alegra-te... Em quem se apaga a idolatria do fogo pagão
Alegra-te... Tu, em quem nos tornamos emancipados do fogo das paixões
Alegra-te... Tu que conduzes os crentes ao Cristo Sabedoria
Alegra-te... Alegria de todas as gerações
Alegra-te... Esposa intocada

Os Reis Magos retornaram à Babilônia como testemunhos, mensageiros de Deus. Na Babilônia eles anunciaram a Boa Nova e cumpriram as Escrituras proclamando-Te, diante de todos, como o Messias. Herodes ficou só, entregue à sua estupefação, incapaz de entrar no louvor : Aleluia, aleluia, aleluia!

    
      

Hino Acatista à Mãe de Deus,
atribuído a Romanos o Melode (+560)

Comentários