Um Congregado mariano “co-patrono” da JMJ 2011.

Irmão Rafael, proposto como "co-patrono" da Jornada da Juventude 2011.

Será canonizado por Bento XVI em 11 de outubro

BURGOS, segunda-feira, 31 de agosto de 2009 (ZENIT.org).- Bispos espanhóis escreveram uma carta na qual propõem que o beato María Rafael Arnáiz Barón, mais conhecido como "Irmão Rafael", seja proclamado um dos "co-patronos" da Jornada Mundial da Juventude que o Papa presidirá em agosto de 2011 em Madri.

No dia 11 de outubro, Bento XVI canonizará no Vaticano este jovem que faleceu aos 27 anos (1911-1938), no mosteiro cistercense de Santo Isidro de Dueñas, em Palencia, Espanha. 

"Confiamos que o Irmão Rafael Arnáiz nos acompanhe como um dos 'co-patronos' do encontro, para que todos os jovens do mundo possam conhecer a obra de Deus neste jovem do século XX", explicam os bispos pensando na Jornada Mundial da Juventude.

A carta pastoral dirigida aos jovens com o título "Busque o rosto de Deus" foi assinada em 15 de agosto em Santo Isidro de Dueñas por vários bispos. Os prelados alertam os jovens espanhóis: "não ocorra que nós, 'os de casa', desconheçamos o tesouro que temos a nosso lado, e que tenham de vir de longe para abrir-nos os olhos!".

Para isso exortam: "aproximemo-nos do Irmão Rafael, peregrinemos à Trapa de Santo Isidro de Dueñas para orar ante seu túmulo, leiamos seus escritos, e sejamos difusores de sua vida e testemunho...".

"Em resumo, sejamos autênticos, como o Irmão Rafael! Aos jovens católicos deste século XXI, cabe remar contra a corrente. Somos conscientes disso! Não é fácil ser autêntico, em meio a tantos clamores e tentações contrárias ao caminho do Evangelho", asseguram os bispos.

O Irmão Rafael, nascido em Burgos, era um jovem estudante de Arquitetura, quando em outubro de 1930 visitou o Mosteiro de Santo Isidro de Dueñas, vislumbrando a vocação monástica. Ingressou na Trapa quatro anos depois. Morreu no mosteiro em consequência do diabetes. Foi beatificado pelo Papa João Paulo II, em 27 de setembro de 1992.
--------------------------------------------
Rafael Arnáiz era Congregado mariano. Com a mudança da família para a cidade de Olviedo em 1922, continuou seu Ensino Médio no Colégio de Santo Inácio, onde ingressou na Congregação Mariana de alunos, sendo um de seus diretores.

Comentários